"Although it is not true that all conservatives are stupid people, it is true that the most stupid people are conservative." John Stuart Mill
17
Jan 12
publicado por Tó Zé, às 18:53link do post | comentar

De acordo com a notícia avançada pela SIC de que Kim Jong-nam disse que o regime está perante um colapso eminente, tenho a dizer que não concordo com essa notícia.

Primeiro por uma falha técnica, a Coreia do Norte não é a única ditadura comunista do mundo. Apesar de a China ser aquilo que é, um estado capitalista de estado, ou seja, um país altamente capitalista cuja economia é controlada por um conjunto de pessoas que diz representar toda a população. Mas, Cuba continua a ser um país comunista, uma vez que continua a ser um país pobre e bastante pouco desenvolvido, mas com os melhores médicos do mundo e condições de vida para a população, mesmo com o bloqueio dos EUA.

Tirando esta falha técnica, a Coreia do Norte não é de todo um regime aberto, como tal, podemos aplicar o regime do livro 1984 a esse país. De facto, a Coreia do Norte continua em guerra com a Coreia do Sul, o que dá ao Estado um inimigo para apresentar à população, o capitalismo. Depois, a Coreia do Norte, tem uma economia débil, que como disse Kim Jong-nam, não consegue alimentar os cidadãos, mas, o novo ditador pode culpar de novo o capitalismo como grande inimigo da pátria.

Infelizmente, não me parece que o novo líder vá fazer reformas no país, portanto, as pessoas não vão tomar consciência da forma como estão a ser enganadas.

Não quero que com este texto o leitor pense que eu estou a defender o regime norte coreano, porque apesar de eu ser comunista não sou insensível e ditador para o próprio povo, apesar de gostar de viver num estado completamente igualitário, não o quero impor às pessoas, até acho que a melhor forma de governo em democracia é uma social democracia (pura, não como a portuguesa).

No entanto, questiono-me se o destino daquele povo poderá estar assim tão mau. Um novo líder pode sempre ser um sinal de esperança, podendo até ser que este saiba governar e dê realmente qualidade de vida à população, mas duvido

Esperemos que de qualquer modo aquelas pessoas voltem a ter comida ao fim de tanto tempo.

Deixo também um aviso para nós, ocidentais. Aquelas pessoas não foram obrigadas a chorar, elas gostavam do líder porque eram manobradas para tal pelo governo.

Um outro aviso é que apesar de querermos um regime livre, tenho a certeza de que não queremos entrar numa ditadura de extrema direita, algo que como em muitas das situações de crise na Europa, está a voltar a acontecer. Não quero novos Hitlers, mas desta vez com o consentimento da Europa. Quero uma Europa estável e unida onde todas as pessoas possam eleger os seus líderes em democracia, não governos tecnocratas impostos pelo exterior e pela economia como na Grécia e na Itália.


mais sobre mim
Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
18
19
20
21

23
24
25
26
27

29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
blogs SAPO